Tenta
Cleide Canton
 
 
Tenta lembrar-te de mim com terno carinho
enquanto buscas o acerto dos teus fracassos.
Estarei perto e não te deixarei sozinho
mesmo que meu coração esteja em pedaços.
 
Tenta aliviar, das tuas culpas, o peso
e as marcas deixadas por atos impensados.
O que sentes por ti mesmo não é desprezo...
Apenas falta de louros não conquistados.
 
Tenta pensar em mim, sem cometer enganos,
sem cobrir de véus o que sempre foi sensato.
Se não contavas com meu basta nos teus planos
eu já contava com teu ato e desacato.
 
Tenta pensar em mim lembrando a mão amiga
que te fez mais forte, mais homem e mais crente.
Vai ser difícil pois o braço que te abriga
te faz mais cego, mal amado e imprudente. 
 
E não dás conta que esta vida é passageira
e que, se impune tu te encontras ante a lei,
uma mentira não se esconde a vida inteira
e o mal retorna, tu o sabes, eu bem sei. 
 
 
SP, 23/02/2006
19:50 horas
 
 
  
FORMATAÇÃO SIMONE CZERESNIA
 

 

Página editada por Cleide Canton em 01/03/2006

  online