Que falta você me faz!
Cleide Canton
 
 
Sinto saudade, amor,
cada minuto que não falo contigo,
cada dia que não me é dado ver-te,
cada momento
que não posso ter-te!
Sinto saudade, amor!
 
Tento aquietar a ansiedade,
dominar a minha vontade,
colorindo os meus versos,
preenchendo tempo e distância
com a visão do teu sorriso amigo,
com o eco das tuas palavras meigas,
com teu cheiro que me embriaga,
com teu gosto,
com a sedução que envolve teu rosto.
 
Sinto saudade, amor,
da intimidade de nós.
 
E como aves sonhadoras
que tão pouco se encontram
neste chão,
buscamos nosso espaço
no regaço das nuvens
onde projetamos nosso ninho,
enquanto não existir
liberdade para nosso amor,
enquanto ainda nos separam
barricadas intransponíveis,
enquanto nossas razões
forem mais fortes que a emoções,
por quanto ainda precisemos dizer:
Até mais!
 
Eu sei e sabes muito bem
que se não houver tempo aqui,
certamente estaremos unidos no além.
 
SP,10/10/2005
23:30 horas
 
 

FORMATAÇÃO SIMONE CZERESNIA

 

Use mas não abuse
Respeite os
DIREITOS AUTORAIS

 

 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

 

Página editada por Cleide Canton em 17 de outubro de 2005

  online