MEU AMOR SECRETO
Cleide Canton
 
 
Caso ainda não tenhas percebido,
caso nem desconfies
deste amor que lateja,
deste sorriso diferente,
desta rósea alegria,
desta intensa euforia
gritante no meu olhar,
deste meu jeito terno
quando ouso contigo falar,
do charme que jogo
neste meu poetar,
hoje confesso abertamente:
Amo-te apaixonadamente!
 
Amo teu jeito
de andar com imponência,
de falar com eloqüência,
de sorrir com ironia
da minha menor fantasia,
de aplaudir os meus feitos
quando luto por direitos,
de fechar os olhos
numa gargalhada sem fim,
principalmente quando zombas de mim.
 
Amo o teu olhar
que busca, sem encontrar,
as respostas
para o que não ousas perguntar.
 
Amo as tuas mãos
quando dedilham acordes
no teu violão,
e a voz que canta de pertinho,
mostrando imenso carinho
nas músicas que são tão nossas.
 
Amo teu abraço terno,
 o beijo que da face nunca escorregou,
a declaração engasgada
que ainda não se libertou.
 
Amo-te, amo-te demais!
Secreto amor,
secreto não é mais!
 
SP, 07/08/2006
19:30 horas
 
 
 FORMATAÇÃO DE SIMONE CZERESNIA
 
 
Quer enviar esta página?
Clique no Recomende.
 
 

Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Página editada por Cleide Canton em 08/09/2006

  online