Maldigo
Cleide Canton
 
Que me perdoem todos e tudo.
Hoje apenas quero você.
Não me falem de flores,
de canto, de promessas,
de casos perdidos,
de falsas esperanças,
de doces lembranças...
Não vou ler nem ouvir.
Hoje apenas quero você.
Egoisticamente, só você,
num momento
em que não pode estar comigo.
Então maldigo
a que de mim o separa.
Maldigo a distância,
os meus afazeres
os seus deveres,
os nossos dilemas
e todos os problemas.
Maldigo a lua
que se espelha no meu olhar
porque hoje você não está aqui
para vê-lo brilhar.
Maldigo qualquer obstáculo
que se interponha entre nós.
Maldigo a sua voz
que me traria conforto
como maldigo a nau
que não lhe traz ao meu porto.
Ah! Ventos daninhos
que esfriam minha alma!
Danem-se todos os caminhos.
Quero de volta a minha calma.
 
Midi: Impossible
Fundo: Gasparzinho
Arte: Cleide Canton
 

 
 
 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
  

 

 

 

Página editada por Cleide Canton em 28?07/2005

 

  online