Iscuta, meus fio
Cleide Canton Garcia


Num deixa que o seu oiá
seja causo de brigá
nem faça du teu ciume
motivo argum prá tê queixume.
A vida dipressa passa
num respeita nem fumaça
Veve em paz essa aligria
manda pro inferno as orgia
e as muié qui qué si mostrá.
Mais os óio meus querido
foi feito mesmo prá oiá.
Num diante ficá di tocaia
isperando qui o otro caia
nessa tar de tentação
pois a quarqué momento
o diabo atenta e num tem jeito:
machuca memo o coração.
Portanto prá se vivê bem
obrigação os dois tem
de tentá se comprendê.
Quando oceis tivé veinho
inda vão ri bem juntinho
das mágua do bem querê.

Proibido a cópia sem autorização da autora

 

Web designer Ana Amélia Donádio
romantichome@terra.com.br
Página editada em 02/09/2003.

 

 

  online