HOJE
Cleide Canton

 

Hoje recebo, de ti, esta oferenda
revestida de um lilás ressentimento,
na tristeza por não ganhares a prenda
que te faria feliz por um momento.

Eu confesso que também tive vontade
de ofertar, só para ti, o meu carinho,
mas o calar para mim, é bem verdade,
foi mais fácil já que não estás sozinho.

De que me adianta uma nova tentativa
ou dizer-te dos meus sonhos em missiva,
se esquecida fui, por ti, lá no passado?

Entretanto, eu gostaria de rever
aquele olhar que nunca pude esquecer
quando, então, eras por mim apaixonado.

SP, 13/06/2006
20:40 horas

Locução: Lêda Yara

 
 

FORMATAÇÃO DE SIMONE CZERESNIA


Quer enviar para alguém?
Clique no Recomende

 

Copie o código para colar no scrap do Orkut

Página editada por Cleide Canton em 14 de julho de 2006 

online