Este ano quero paz
Cleide Canton
 
 
Este ano levanto a branca bandeira
pedindo a paz que prego há anos tantos.
Nem sei se vês ou se achas brincadeira
o que grito nas linhas dos meus cantos.
 
Resta-me ainda a lágrima retida,
escondida, com medo de mostrar
que por detrás desta alma dividida
há muito amor que não sei a quem dar.
 
Então me valho desta máscara formal
que machuca mas me deixa protegida.
 Este ano, neste nosso Carnaval,
quero ser a Colombina na Avenida.
 
Vou pular o tempo todo pra mostrar
que cansei de portar-me como dama.
Vou sorrir, vou cair e vou chorar
e, talvez, acordar na tua cama.
 
SP, 24/02/2006
21:00 horas
 
 
  
FORMATAÇÃO SIMONE CZERESNIA

 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Página editada por Cleide Canton em 01/03/2006

  online