COMO ESQUECER
Cleide Canton


E assim é preciso...
Preciso com urgência esquecer-te.
Mas como fazê-lo
se o sol me desperta
com a lembrança do teu sorriso,
se o som que esqueci ligado
ainda toca a mesma melodia
que embalou os sonhos
do nosso dia-a-dia,
se a cada passo que dou
tua lembrança me segue,
se em cada rosto que vejo
o teu olhar me persegue,
se não há substituto do teu cheiro,
se foste sempre meu amor verdadeiro?
Preciso, como preciso,
encontrar você pelas esquinas,
vulto escondido nas neblinas
que o tempo não conseguiu apagar.
Preciso estar contigo
por um minuto apenas
ou por horas, talvez
para ter de volta
a minha lucidez.


SP, 02/08/2005
23:35 horas

 

Formatado por Simone Czeresnia

 

Use mas não abuse.
Respeite os
DIREITOS AUTORAIS
 

 

 

 

Página editada por Cleide Canton em 16 de outubro de 2005

 

  online