AVENTURA
Cleide Canton

Todo o cuidado é pouco e eu te alerto
quando tocas de leve um coração
machucado e voando em céu aberto,
fugindo de um amor de perdição.
 
É um cristal em pedaços, sem conserto,
na lama da tristeza e da saudade,
no sonho que se perde em desacerto,
na lágrima vertida sem vaidade.
 
Todo o cuidado é pouco, fica atento
ao olhar, ao sorriso, a um lamento
que escape pela fenda da amargura.
 
 Se buscas só momentos de prazer
sê franco, pois a outra há de querer
saber-te um caso a mais, uma aventura. 
 


SP, 21/11/2006
23:10 horas

        

 

Quer enviar esta página?
Clique no Recomende.

 

 

 

 

 

Página editada por Cleide Canton em 04 de novembro de 2013

  online