ANDANÇAS
Cleide Canton



Andei por este mundo
buscando rumos,
abrigando-me nas sombras
do abraço amigo,
abrindo estradas
por estas densas matas,
banhando-me nas lágrimas
jorradas em cascatas.


Andei por este mundo
evitando atalhos,
aprendendo sempre
e ensinando pouco,
acalentando sonhos
e esquecendo as dores,
acalmando anseios
e vivendo amores!



Andei por este mundo
levando comigo,
com muita vontade
de fazer meu ninho,
toda a bagagem
de ilusões coloridas,
deixando pelo caminho
as emoções sentidas.


Andei por este mundo
livre de preconceitos,
acreditando nas virtudes,
tolerando os defeitos,
procurando a força
para jamais desistir,
nos sonhos que ainda
estavam por vir.


Continuando hoje
as minhas andanças,
com passo não tão firme,
mas ainda decidido,
descubro, finalmente,
que a beleza procurada
esteve sempre presente
em cada momento vivido!


 

 

ARTE FINAL CLEIDE CANTON
 

 

 

Quer enviar esta página?
Clique no Recomende.

 

Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

 

 

Página reeditada por Cleide Canton em 12 de junho de 2013

  online