ACORDEM, VERSOS
Cleide Canton
 

Acordem versos pois o dia vem raiando
e o sol já mostra seu sorriso acalorado
enquanto as águas lá da fonte vão cantando
e o manso orvalho já secou no meu telhada.

Acordem versos que a beleza não espera
nem quer saber se a dor se esconde envergonhada
Já se faz hora de sonhar. É primavera!
A nova cor já vai surgindo matizada.

Acordem versos pois o encanto é convidado
a misturar-se no cenário já montado
para os aplausos de quem vai buscar beleza.

Acordem versos e saltitem sem demora
dizendo adeus pois o descanso foi-se embora
e os sonhos voltam a posar de realeza.

SP, 04/05/2005
12:30 horas


Midi: Sinfonia 40 - Mozart
Art: C. Canton

 
 

 
 

 

 

Página formatada por Cleide Canton em 12/07/2005

 

  online